Secretaria de Educação de Centro do Guilherme realiza dia D de mobilização de busca ativa.

 

Secretaria de Educação de Centro do Guilherme realiza dia D de mobilização de busca ativa.

Objetivo é alertar as famílias para a infrequência escolar dos alunos

O dia D ocorreu na manhã desta sexta-feira (18), simultaneamente com todas as escolas da rede municipal de ensino, e pit stop com panfletagem em vários pontos da cidade.

Aluno fora da escola, não pode! Com esse tema, a PrefCentro do Guilherme, por meio da Secretaria Municipal de Educação, Semed, foi às ruas com Dia D de Mobilização de Busca Ativa. Objetivo é fortalecer a parceria com as famílias e chamar atenção para situação dos estudantes fora da plataforma das aulas não presenciais.

A ação aborda não a falta de acesso dos alunos, mas a infrequência, o que vem ocorrendo aos poucos. São alunos que já acessaram as aulas remotas, mas não estão dando continuidade aos estudos, ou aqueles casos em que a escola disponibiliza as atividades impressas para as famílias com dificuldade de acesso à internet, mas que não há devolutiva. O professor fica sem receber o material do estudante e, assim, sem o acompanhamento devido.

O dia D ocorreu com caminhada, motocada, pit stop com panfletagem em vários pontos da cidade, com propósito de alertar aos pais. “Sabemos da importância do aluno na escola ocorrendo com as aulas híbridas, e sabemos que as dificuldades são imensas, que há diferentes situações familiares que impedem o acompanhamento dos alunos, porém não podemos deixar que o ano letivo da criança e do adolescente seja prejudicado. Precisamos conscientizar e fortalecer nossa parceria com os pais e lembra-los que a frequência escolar está sendo cobrada”, frisou Flávio Ferreira, secretário de Educação.

A Semed vem seguindo as recomendações do Conselho Nacional de Educação que flexibiliza algumas situações que norteiam as atividades letivas, em consequência da pandemia e do distanciamento social, a Secretaria Municipal de Educação junto as nossas escolas segue rigorosamente os protocolos de segurança. Desse modo estamos ombredos para mobilizar toda a sociedade, é importante destacar que o estudante sem acompanhar os conteúdos mínimos para dar seguimento à vida acadêmica impede que ocorra à aprovação.

A frequência escolar além de parâmetro para acompanhamento da aprendizagem, é usada para manter o vinculo em programas sociais daquelas famílias que são beneficiadas. “Vamos mobilizar a cidade, pois a escola não parou. Estamos aqui para enfrentar qualquer dificuldade juntos a comunidade escolar, em prol do desenvolvimento dos alunos”, finalizou.

Categoria: Notícias

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatório são marcados *

*